Travesseiros baratos: um nicho de mercado e oportunidade para aumentar os lucros

quarta-feira, 19 de setembro de 2018 20:15:50 America/Sao_Paulo

O Brasil deve retomar o crescimento nos próximos anos, mas recuperar o terreno perdido desde 2014, será um desafio para a nossa economia. Dentro deste cenário, o melhor investimento é aquele que exige pouco desembolso para ser validado, com preferência para os negócios de nicho. Há muitas empresas produzindo travesseiros, mas só algumas poucas tem capacidade para produzir um travesseiro no atacado por menos de R$ 6,90 a unidade, gerando lucros.

 

Controle bem os custos para produzir travesseiros populares

 

É possível ganhar dinheiro com travesseiros baratos, mas aqueles empreendedores pouco disciplinados em controlar custos podem atravessar mares tempestuosos. Por outro lado, com o custo sob controle, um travesseiro barato exige apenas que estes itens estejam bem resolvidos:

  1. Custo operacional baixo (salários, matérias-primas, energia, aluguel).
  2. Matéria-prima de boa qualidade e custo baixo.
  3. Equipamento apropriado

Agora vamos explicar porque  a produção de travesseiros populares é um nicho a ser preenchido. Não dá para produzi-los usando a tradicional fibra siliconada conjugada, pois o preço médio deste tipo de enchimento é R$ 7,20 kg com os impostos inclusos (em julho 2017). Então, como seria possível produzir um travesseiro que pode custar no máximo R$ 6,90 usando 600 g de enchimento que custa R$ 7,20 o quilo? A conta não fecha.

O centro do problema é o enchimento. A solução que o mercado encontrou inicialmente foi substituir a fibra siliconada conjugada por triturados de espuma, que custam entre R$ 4,00 e R$ 4,80 o quilo (em julho 2017). Houve uma redução significativa no custo do enchimento, mas a equação ainda não estava resolvida. Triturados de espuma ou flocos não tem oferta abundante no mercado,  e os travesseiros não ficam macios ou confortáveis para o uso diário.

Fibra Mista Mil Cores

Como  mercado esta sempre evoluindo, surgiram as misturas de triturados com fibras siliconadas, que melhorou o travesseiro popular, mas aumentou o custo de enchimento. A melhor solução é a fibra mista mil cores, mas o desafio, até pouco tempo, era o processamento desta fibra de resíduo têxtil. Não havia no mercado, máquinas adequadas e que pudessem ser adquiridas pela pequena empresa, para abrir este tipo de enchimento.

No próximo post vamos contar para você como uma empresa de Santa Catarina, parceira aqui do Mercado de Insumos, desenvolveu a máquina que vai permitir aos empreendedores investirem na produção de travesseiros populares usando fibras mistas que custam somente R$ 2,50 por quilo (em julho de 2017).